BIO + ECO

BIO significa “vida”, um termo de origem grega utilizado em palavras que tenham alguma relação com o ser vivo. ECO de ecologia, a palavra tem origem no grego “oikos”, que significa casa, e “logos”, estudo.

A BIOECO nasceu em 2015 no município de Joinville, estado de Santa Catarina com o objetivo de crescer, sobreviver e perpetuar. Para isso nós da BIOECO entendemos que todos os elos que envolve a vida, o meio ambiente e o desenvolvimento de uma sociedade dependem de um bom planejamento e da execução de estudos necessários para uma boa implantação e execução. Nosso foco é no controle e redução da geração dos impactos negativos e potencialização dos impactos positivos.

ESPECIALIDADES

Controles e Monitoramentos Ambientais: condicionantes de licença ambiental, inventário de resíduos e relatórios técnicos

Estudos ambientais: RAP, ECA, EAS, DCA, EIV, EIA/RIMA, RAS

Processo de licenciamento ambiental: LAP, LAI, LAO, CCA

Inventário Florestal e Faunístico – Projeto de Recuperação de Área degradada – PRAD

Processos de Averbação de Áreas de Manutenção Florestal e Compensação Ambiental. Parecer e Laudos ambientais

Programa de Gerenciamento de Resíduos Planos e Monitoramento de Ruído

Cadastro Ambiental Rural – CAR. Supressão de Vegetação

Estudo de Viabilidade Ambiental. Defesa de autuação de infração e notificação ambiental

Projetos na área da construção civil: Arquitetônico, Terraplanagem, Hidrosanitário, Legal, Preventivo de Incêndio

BLOG

Laudo de Ruído

  QUAL O OBJETIVO DO LAUDO DE RUÍDO? A Bioeco atua na elaboração de laudo de ruído para o seu empreendimento, seguindo as exigências da legislação vigente. O laudo tem como objetivo avaliar e mensurar os níveis de pressão sonora, ...

Licenciamento Ambiental

      O QUE É LICENCIAMENTO AMBIENTAL? O licenciamento ambiental é o procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental autoriza a localização, instalação, ampliação e operação de empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ...

Autorização para supressão da vegetação nativa - Secretarias municipais permanecem sem habilitação no SINAFLOR.

Segundo nota emitida pelo Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), até a presente data o IBAMA ainda não habilitou os municípios ao Sinaflor. Por este motivo,  todas as atividades previstas no Termo de Delegação de Atribuições de Gestão Florestal, que não envolvam o ...